22/01/2011

DESENVOLVIMENTO INFANTIL Resumido


Primeira Infância (0-2 anos)

Tarefas evolutivas: aprender a andar (9-15 meses); aprender a comer alimentos sólidos; aprender a falar (linguagem como socialização primária); aprender a reter e a liberar as fezes (deixar a fralda e usar o penico); aprender a diferença básica entre os sexos; nomear pessoas e objetos; aprender a distinguir entre o certo e o errado.
Aquisição do senso moral: cada pessoa tem seu senso moral que foi adquirido através do que os pais e o meio social lhe passaram. Em princípio, por ela ainda não possuir m senso moral, ela imita o comportamento, o exemplo dos pais. Nessa fase, a criança aprende os conceitos de certo e errado. De acordo com a teoria psicanalítica, se a criança for educada com muito rigor em relação ao uso do penico, poderá se tornar uma pessoa supersensível e/ou cheia de sentimentos de culpa. Se, ao contrário, não receber qualquer restrição, poderá se transformar numa pessoa desorganizada e com tendências prejudiciais à si mesma e à sociedade. O ideal seria uma atitude comedida (de equilíbrio) para que a criança possa ter um desenvolvimento normal.

Idade Pré-escolar (3-6 anos):


Segundo a teoria psicanalítica, essa fase é caracterizada pelo romance familiar (afeição por um membro da família); rivalidade entre irmãos; egocentrismo; masturbação infantil; jogos sexuais e curiosidade; identificação. Uma orientação errada por parte dos pais nessa fase seriam: os cuidados exagerados; a falta de limites; atitudes negativas em relação aos assuntos sexuais; histórias de “cegonhas”...
Moralidade: até os 6 anos de idade, a criança passa por 3 fases para internalizar as regras de conduta moral. 1º. quando a criança ao praticar algo proibido imita a punição, ao notar que seus pais se aproximam. 2º. A criança realiza ações que levam ao comportamento proibido, mas ela mesma se refreia e imita os atos punitivos. 3º. A criança mostra que aprendeu as regras de conduta moral, quando evita atividades proibidas ou quando mostra medo ao ser surpreendida na prática de tais atividades. Quando a criança aprende o que é certo e errado, aprende a controlar sua agressividade. Se os pais não punem a criança quando ela é excessivamente agressiva, ela tenderá a ser um adulto agressivo. Mas os pais não devem usar o castigo físico exagerado, porque ele tende a aumentar o comportamento agressivo.

Idade escolar e pré-adolescência (6-12 anos):

Aos 6 anos, a criança entra na escola para ser alfabetizada. Acontece aí a socialização secundária. Os colegas de escola desempenham papel importante na vida da criança. Nessa fase, a criança tende a imitar os colegas (vocabulário, aparência, atitudes). Os pais precisam estar atentos para perceber uma imitação negativa. E então usar o estabelecimento de limites e normas para a criança (com quem andar, como andar, “pircing”). Lembrando que o castigo exagerado e a rejeição produzem pessoas agressivas e até jovens delinqüentes.
A puberdade é uma fase de transição entre a infância e a adolescência. Como saber se a criança está na puberdade? Menarca (1ª. Menstruação); emissões noturnas (ejaculação); mudanças na voz; crescimento de pêlos; desenvolvimento ósseo. Por todas essas mudanças, muitas vezes o lado emocional da cr. fica alterado. Por isso, a importância do relacionamento pai-filho, mãe-filho.


                                                                                                         Carolina Mendonça