21/06/2011

Criança que faz xixi na cama não deve ser punida.


Fazer xixi na cama é motivo de constrangimento para qualquer criança.
Para piorar, bronca e impaciência dos pais costumam acompanhar o problema, que é muito comum: cerca de 15% das crianças de até seis anos molham a cama durante a noite.
A criança deve ser incentivada a manter os lencóis secos sem punições
"Essa é uma questão obscura, as pessoas não falam sobre isso. Sentem vergonha e não procuram ajuda", diz o neurologista Abram Topczewski, diretor da clínica de enurese do Hospital Israelita Albert Einstein.
A enurese é a falta de controle da urina à noite por um período maior do que seis meses. É mais comum em crianças, mas atinge 2% de adolescentes e adultos.
O problema é duas vezes mais comum em meninos, de acordo com uma pesquisa com 6.000 crianças, publicadas no periódico "Journal of Pediatrics".

CASTIGO

Questões psicológicas são a causa do descontrole do xixi em só 10% das crianças. Na maioria dos casos, a origem é orgânica, como a baixa produção de um hormônio antidiurético à noite, segundo o urologista Flávio Trigo, do Hospital Sírio-Libanês.
"A enurese não está ligada a problemas psicológicos, mas atitudes punitivas por parte dos pais podem afetar a autoestima das crianças."
De acordo com um estudo da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, 89% das crianças e dos adolescentes que tiveram o problema sofreram algum tipo de agressão dos pais.
Paradoxalmente, muitos que castigam seus filhos faziam xixi na cama quando eram crianças, segundo Topzcweski.
Quando um dos pais teve enurese, os filhos têm 40% de chance de também ter o problema. Se pai e mãe faziam xixi na cama, a probabilidade sobe para 70%.
Segundo especialistas, é importante deixar isso claro para a criança e diminuir a culpa que ela sente.
"Os pais precisam entender que a criança não faz xixi na cama de propósito. Eles têm que encarar como um problema médico e procurar um especialista", diz Trigo.
O tratamento pode ser feito com remédios, quando a origem é hormonal. Outra opção é um alarme que acorda a criança quando ela começa a fazer xixi.

INCENTIVO

O que também ajuda é ter atitudes construtivas em vez de punir a criança.
Para começar, é bom oferecer menos líquidos à noite. Os pais podem usar um calendário e colar estrelinhas nos dias em que a criança acordar com a cama seca -há quem use adesivos de sol e chuva.
O problema cessa com o passar dos anos. Mas, diz Topzcweski, não dá para saber quando isso acontecerá. Por isso, é melhor tratar de uma vez.
"Muitos pediatras dizem que vai passar mas, enquanto isso, a criança vai crescendo com o problema, não pode dormir na casa dos amigos. Coisas triviais, como ir a um acampamento, acabam virando um transtorno."


Fonte: UOL