12/10/2011

CASAMENTO DE FACHADA


Gosto muito de pesquisar imóveis pela internet e de assistir a programas de tv sobre o assunto. Admiro as casas com aquelas fachadas suntuosas, magníficas, sonho de qualquer dona de casa... Mas, não são das casas com fachadas magníficas que quero falar. São dos casamentos "aparentemente" magníficos que são pura fachada! Defino assim: casal perfeito por fora (aos olhos dos outros) e podre por dentro (na intimidade das 4 paredes).
Anteontem assisti ao filme "Casamento por contrato" e refleti ainda mais sobre esse problema que têm afetado tantas famílias e que há tempos tenho estado com vontade de escrever. Esse é um mal presente em muitas famílias. Como no filme, aquela família, aos olhos da vizinhança, era a família perfeita: ricos, extremamente bonitos fisicamente, bem-sucedidos e um casamento de dar inveja: o casal- teoricamente casados há muitos anos, pois já tinham filhos adolescentes- mantinham a chama acesíssima. Realmente, todos os casais que conviviam com eles invejavam aquela relação- de fachada.
A fachada é construída para aparentar aos outros algo irreal. Casamentos mal-sucedidos; relações desgastadas pelo tempo, pela rotina; falta de confiança, quebrada por traições de todo tipo; agressões físicas e/ou verbais; chantagens; pressão psicológica; etc, etc, etc. Posso concordar, então com o ditado popular que diz: "Por fora, bela viola. Por dentro, pão bolorento."
Não permita que o seu casamento seja uma relação de fachada! Deus tem o melhor para vocês! Se o seu casamento chegou a esse nível, peça a Deus a sua intervenção. Busque ajuda profissional. Converse com o seu cônjuge e decidam começar de novo!
Que o seu casamento se transforme então, num casamento não só de fachada magnífica. Mas,  belo também por dentro.

Carolina Mendonça (Psicóloga, Especialista em Relacionamento Amoroso e Sexualidade Humana)