02/04/2011

ACUMULADORES

   Um dos casos mais severos de acumulação extrema ou hoarding veio à luz em março de 1947, quando a polícia de Nova York foi chamada para investigar a descoberta de um cadáver em um edifício de três andares no Harlem. O lugar pertencia a dois irmãos idosos, Langley e Homer Collyer. Quando os agentes entraram no imóvel, ficaram estarrecidos com o que viram.    Montanhas de lixo chegavam até o teto, incluindo 14 pianos, um automóvel Ford modelo T e os restos de um feto de duas cabeças. Dentro de um sistema de sistema de túneis que usavam para andar entre os dejetos, jaziam os corpos sem vida dos idosos: um foi esmagado pelo lixo, e o outro morreu de inanição.
   A história dos irmãos Collyer é um dos casos mais extremos de hoarding já registrados nos Estados Unidos, mas é um fenômeno mais comum do que se imagina.
   ACUMULADORES, a nova série do Discovery Home & Health, tenta entender o mundo destas pessoas, cujo apego excessivo pelos objetos as impede de descartar qualquer coisa, por mais desnecessária ou absurda que possa parecer.
   Em ACUMULADORES, o programa visita as casas de pessoas que sofrem de casos severos de hoarding para abordar os aspectos psicológicos deste comportamento compulsivo.
   Cada episódio focaliza dois casos distintos e os impactos negativos sobre a vida pessoal e familiar. Com a ajuda de terapeutas e organizadores profissionais, os acumuladores tentam encontrar a causa de sua obsessão na esperança de retomar o controle de sua vida.


                                                               Fonte: Discovery Home & Health